"Pandemia de fome" será maior e mais grave que a covid-19 - Plataforma Media

“Pandemia de fome” será maior e mais grave que a covid-19

O diretor executivo do Programa Alimentar Mundial afirmou, esta quinta-feira, estar preocupado com uma eventual “pandemia da fome” causada pelos efeitos da Covid-19, enquanto recebia receber o Nobel da Paz à distância devido à crise sanitária.

“Devido a muitas guerras, mudanças climáticas, ao uso generalizado da fome como arma política e militar – e a uma pandemia global que está a tornar tudo exponencialmente pior – 270 milhões de pessoas encaminham-se para a fome”, alertou David Beasley.

“Não atender às suas necessidades causará uma pandemia de fome que obscurecerá o impacto da Covid-19”, defendeu, em declarações transmitidas a partir da sede da agência da ONU, em Roma.

“Este Prémio Nobel da Paz é mais do que um agradecimento, é um apelo à ação”, disse Beasley, sublinhando que “a fome está às portas da humanidade” e “a comida é o caminho para a paz”.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MoçambiqueSociedade

Bispo de Pemba alerta para falta de dinheiro para ajuda humanitária em Cabo Delgado

MoçambiqueSociedade

Sexo por alimentos. O drama das mulheres em Cabo Delgado

MundoSociedade

Programa Alimentar Mundial vence o Nobel da Paz

MoçambiqueSociedade

Programa Alimentar Mundial “extremamente preocupado” com Cabo Delgado

Assine nossa Newsletter