José Saramago esculpido por Vhils junto ao mar da Lourinhã - Plataforma Media

José Saramago esculpido por Vhils junto ao mar da Lourinhã

A acompanhar o vídeo, Vhils partilhou uma passagem do livro “A Jangada de Pedra” do escritor português: “Quantas vezes, para mudar a vida, precisamos da vida inteira, pensamos tanto, tomamos balanço e hesitamos, depois voltamos ao princípio, tornamos a pensar e a pensar, deslocamo-nos nas calhas do tempo com um movimento circular, como os espojinhos que atravessam o campo levantando poeira, folhas secas, insignificâncias, que para mais não lhes chegam as forças, bem melhor seria vivermos em terra de tufões”.

Depois de já ter desenhado José Saramago em Madrid, o artista grava na Lourinhã o retrato do escritor português. Uma das últimas obras realizadas por Alexandre Farto foi o mural no Hospital de São João, uma homenagem aos profissionais de saúde que combatem o coronavírus.

Leia mais em Jornal de Notícias.

Related posts
CulturaPortugal

Marcelo condecora postumamente Saramago com o grande-colar da Ordem de Camões

Opinião

O mundo que Saramago podia criar a partir desta pandemia

CulturaPortugal

"Fundação não nasceu para contemplar umbigo do autor". Os planos do Nobel

CulturaPortugal

10 anos sem José Saramago

Assine nossa Newsletter