Revista científica Nature dá apoio oficial a Joe Biden - Plataforma Media

Revista científica Nature dá apoio oficial a Joe Biden

A Nature justificou o apoio declarado ao candidato democrata por oposição ao conservador Donald Trump que acusa de gestão “desastrosa” da pandemia e desvalorização dos efeitos mundiais do aquecimento global

Uma das publicações científicas de maior prestígio mundial, a revista Nature, veio hoje endossar o seu apoio público a Joe Biden num editorial. Na justificação desse apoio, a Nature fez um ataque cerrado a Donald Trump. “Nenhum Presidente dos Estados Unidos na História recente atacou e minou tão implacavelmente instituições vitais como agências científicas, o Departamento de Justiça e o próprio sistema eleitoral”.

A Nature criticou Donald Trump pela retirada dos Estados Unidos do acordo do clima de Paris de 2015 e do acordo nuclear com o Irão, e ainda pelos seus ataques à Organização Mundial da Saúde – algo que rotulou de “impensável durante uma pandemia”.

“O desrespeito da administração Trump pelas regras, governo, ciência, instituições da democracia e, em última análise, pelos factos e pela verdade, foram plenamente exibidos na sua resposta desastrosa à pandemia Covid-19”, refere o artigo. “Apesar de ter vastos recursos científicos e monetários à sua disposição, Trump falhou catastroficamente quando era mais importante.”

Magdalena Skipper, editora-chefe da Nature, disse à AFP que Trump “minou continuamente” a tomada de decisão baseada em provas, contribuindo para a confusão pública sobre questões de facto científicas. “Ele minou agências científicas importantes, incluindo o Centro de Controlo de Doenças e a Agência de Proteção Ambiental … levando à erosão da confiança pública nas instituições que são essenciais para manter as pessoas e o meio ambiente seguros”, adiantou Magdalena Skipper.

Em contraste, o editorial da Nature elogiou o histórico de Biden no Senado como alguém disposto a conseguir acordos bipartidários, “uma habilidade que será necessária agora mais do que em qualquer outro momento no passado recente”. Se eleito, Biden garantiu que retomará o acordo de Paris com os EUA e tomará medidas guiadas pela ciência para tentar colocar a Covid-19 sob controlo.

O candidato democrata também teria a oportunidade de reverter muitas das políticas mais prejudiciais ao meio ambiente de Trump. A Nature escreveu que Biden deve procurar reverter a “flagrante” legislação aprovada por Trump sobre imigração e vistos de estudantes, bem como “exigir dos EUA o cumprimento dos seus compromissos internacionais”.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPolítica

"Trump sabe que será preso se não tiver uma 'carta livre da prisão'"

Editorial

Presidentes da Europa

Sociedade

Epidemiologista Anthony Fauci prevê "explosão" de casos após Ação de Graças

MundoPolítica

EUA sanciona empresas chinesas e russas por apoiarem plano nuclear iraniano

Assine nossa Newsletter