Covid-19. Costa reconhece "quebra muito significativa" no SNS -

Covid-19. Costa reconhece “quebra muito significativa” no SNS

Enfrentando a oposição no Parlamento, António Costa foi confrontado por Rui Rio com a existência de mais de 7100 de óbitos em Portugal neste ano em relação à média dos últimos cinco anos.

“Houve uma quebra muito significativa da atividade assistencial” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), reconheceu nesta quarta-feira o primeiro-ministro, num debate no Parlamento, quando confrontado pelo líder do PSD com perguntas sobre uma evolução “dramática” da taxa de mortalidade em Portugal neste ano.

Rui Rio abriu o debate registando a prioridade dada no SNS ao combate à covid-19 e dizendo, de seguida, que “a taxa de mortalidade em Portugal tem evoluído de forma dramática”, com mais 7100 óbitos do que a média dos últimos cinco anos, sendo certo que até agora na “pandemia apenas morreram 1930”.

Rui Rio atirou para o debate vários números. Segundo disse, “morreram em contexto hospitalar mais 7,8% do que a média”, mas também “morreram mais 27% do que a média fora dos hospitais” – ou seja, “o problema está na falta de assistência”.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
EconomiaPolítica

PPR: Costa quer mais funcionários públicos e reforma das profissões reguladas

EconomiaPolítica

António Costa atrasa 10 anos pagamento de dívida herdada de Passos

EconomiaPolítica

Nem com a bazuca europeia Costa consegue bater Sócrates no investimento público

PolíticaPortugal

Costa diz que "berbicacho" com a AstraZeneca pode atrasar vacinação

Assine nossa Newsletter