Facebook ameaça deixar União Europeia caso avance proibição de partilha de dados - Plataforma Media

Facebook ameaça deixar União Europeia caso avance proibição de partilha de dados

O gigante tecnológico pondera suspender os serviços na União Europeia, se a proibição da transferência de dados dos utilizadores, da Europa para os Estados Unidos, avançar. Este mês, a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda, o principal regulador do Facebook na Europa para a privacidade, tinha instado a empresa a parar com a partilha destes conteúdos.

É uma ameaça do Facebook, após o Supremo Tribunal da Irlanda ter ordenado a suspensão da transferência de dados da Europa para os Estados Unidos. A responsável da empresa para a privacidade na Europa, Yvonne Cunnane, esclarece num documento a que a imprensa irlandesa teve acesso, que “não está claro como o Facebook, nessas circunstâncias, poderia continuar a fornecer os serviços do Facebook e Instagram na União Europeia”.

A suspensão da partilha de dados (ordenada pelo Supremo Tribunal da Irlanda) aconteceu após a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda e o Facebook terem entrado numa disputa legal. A autoridade independente, que defende os direitos da União Europeia (UE), abriu uma investigação sobre a transferência de dados entre Europa e os EUA.

Por sua vez, a empresa de Mark Zuckerberg enviou uma carta à justiça irlandesa, onde argumentou que a suspensão da partilha de dados terá um grande impacto na operação dos serviços da rede social na Europa.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter