Von der Leyen defende salário mínimo para todos na Europa - Plataforma Media

Von der Leyen defende salário mínimo para todos na Europa

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, faz hoje o seu primeiro discurso sobre o Estado da União.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu hoje, no seu primeiro discurso sobre o Estado da União, que é momento de a Europa “passar da fragilidade para uma nova vitalidade”, após os impactos da pandemia de covid-19.

“É momento de a Europa liderar este caminho, passando da fragilidade para uma nova vitalidade e é sobre isso que gostaria de vos falar hoje”, afirmou Ursula von der Leyen, no início da sua intervenção sobre o Estado da União no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

“Digo isto porque nos últimos meses descobrimos os valores que temos em comum. […] Mostrámos o que é possível quando confiamos uns nos outros e nas instituições europeias“, acrescentou a responsável.

Numa altura em que a Europa ainda está a enfrentar consequências sanitárias e económicas do novo surto coronavírus, Ursula von der Leyen sublinhou que a estratégia comunitária tem sido a de “não só recuperar e reparar agora, mas também partilhar e formar um mundo melhor para o mundo de amanhã”.

“Esta é a nova geração Europa, é a nossa oportunidade de fazer com que as coisas aconteçam, não só por imposição ou catástrofe, mas criando oportunidades para o dia de amanhã“, adiantou.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
MundoPortugal

Europa anuncia compra de 300 milhões de doses de possível vacina da AstraZeneca

PolíticaPortugal

15,3 mil milhões de euros a fundo perdido para Portugal

EconomiaPortugal

Bruxelas agrava previsões para Portugal: contração do PIB nos 9,8%

MundoSociedade

Comissão Europeia está a negociar compra de medicamento Remdesivir

Assine nossa Newsletter