Von der Leyen defende salário mínimo para todos na Europa - Plataforma Media

Von der Leyen defende salário mínimo para todos na Europa

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, faz hoje o seu primeiro discurso sobre o Estado da União.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu hoje, no seu primeiro discurso sobre o Estado da União, que é momento de a Europa “passar da fragilidade para uma nova vitalidade”, após os impactos da pandemia de covid-19.

“É momento de a Europa liderar este caminho, passando da fragilidade para uma nova vitalidade e é sobre isso que gostaria de vos falar hoje”, afirmou Ursula von der Leyen, no início da sua intervenção sobre o Estado da União no Parlamento Europeu, em Bruxelas.

“Digo isto porque nos últimos meses descobrimos os valores que temos em comum. […] Mostrámos o que é possível quando confiamos uns nos outros e nas instituições europeias“, acrescentou a responsável.

Numa altura em que a Europa ainda está a enfrentar consequências sanitárias e económicas do novo surto coronavírus, Ursula von der Leyen sublinhou que a estratégia comunitária tem sido a de “não só recuperar e reparar agora, mas também partilhar e formar um mundo melhor para o mundo de amanhã”.

“Esta é a nova geração Europa, é a nossa oportunidade de fazer com que as coisas aconteçam, não só por imposição ou catástrofe, mas criando oportunidades para o dia de amanhã“, adiantou.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

Três mil milhões de euros chegam amanhã a Portugal vindos da Comissão Europeia

EconomiaMundo

UE acusa Amazon de violar regras europeias de concorrência

MundoPortugal

Europa anuncia compra de 300 milhões de doses de possível vacina da AstraZeneca

PolíticaPortugal

15,3 mil milhões de euros a fundo perdido para Portugal

Assine nossa Newsletter