Cidadãos chineses lideram pedidos de visto gold em Portugal - Plataforma Media

Cidadãos chineses lideram pedidos de visto gold em Portugal

Os cidadãos chineses continuaram a liderar os pedidos de visto gold (golden visa) em Portugal, em julho, os quais mobilizaram investimentos a rondar os 56 milhões de euros (cerca de 530 milhões de patacas), segundo estatísticas oficiais.

Dados do Serviço de Imigração de Portugal (SEF) indicam que o investimento através do programa de Autorização de Residência para Investimento (ARI) em julho representou menos 43 por cento, comparativamente a igual período de 2019, assim como uma queda de 37 por cento, face ao mês anterior (junho de 2020).

No período, julho deste ano, foram concedidos 108 vistos gold, sendo 21 para cidadãos chineses, 12 para norte-americanos, nove para brasileiros, oito para vietnamitas e sete para libaneses.

As principais formas de investimento para a obtenção do visto no período foram a compra de bens imóveis (50,3 milhões de euros) e a transferência de capitais (5,7 milhões de euros).

No resultado acumulado do ano, o montante angariado através dos ARI´s ascendeu a 439 milhões de euros, um decréscimo de 37 por cento face aos primeiros sete meses de 2019.

Em mais de sete anos – o programa ARI foi lançado em outubro de 2012 – o investimento acumulado até julho último foi de 5,4 mil milhões de euros, com a aquisição de imóveis a fixar-se no montante de 4,9 mil milhões de euros.

Por nacionalidade, a China lidera na concessão de vistos (4.652), seguida pelo Brasil (956), Turquia (433), África do Sul (370) e Rússia (340).

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
EconomiaPortugal

Vistos gold estão em queda e há uma mudança na nação dos investidores

Portugal

Procura asiática aumenta com mudança de lei à vista

ChinaEconomia

Vistos 'gold': Investimento chinês recua 28% em 2020 para 158,8 ME

ChinaPolítica

Documentos revelam migração secreta dos ricos da China, liderada pela mulher mais rica da Ásia

Assine nossa Newsletter