China saúda proposta de Putin para cimeira sobre o Irão - Plataforma Media

China saúda proposta de Putin para cimeira sobre o Irão

O Ministério das Relações Exteriores da China já saudou a proposta do presidente russo, Vladimir Putin, de realização de uma cimeira online sobre a questão nuclear iraniana, ao contrário dos EUA, cujo presidente, Donald Trump, já fez saber que “provavelmente não” participará no encontro.

A posição de Pequim foi transmitida ontem, sábado, pelo porta-voz do ministério, Zhao Lijian, ao comentar a proposta avançada pelo Presidente russo.

Ao contrário das autoridades chinesas, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou, também no sábado, que “provavelmente não” irá participar na cimeira dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas com o Irão proposta pelo homólogo russo, Vladimir Putin.

Putin propôs nesta sexta-feira a realização de uma reunião online urgente entre os chefes dos cinco Estados que são membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, com a participação dos líderes da Alemanha e do Irão para discutir a situação iraniana e do Golfo Pérsico.

Zhao assinalou que a China aprecia os esforços da Rússia para amenizar as tensões relativas à questão nuclear iraniana e para fortalecer a segurança regional.

A China sempre apoiou o Plano de Ação Global Conjunto (JCPOA) e se dedica a salvaguardar a paz e a estabilidade no Médio Oriente, disse Zhao. “A China está disposta a trabalhar com as partes relevantes para manter uma estreita comunicação e coordenação, e promover conjuntamente o processo de resolução política da questão nuclear iraniana”, disse.

Assine nossa Newsletter