Ameaças de neonazis contra Mamadou Ba, deputadas e ativistas 'Antifa' - Plataforma Media

PJ investiga ameaças de neonazis contra Mamadou Ba, deputadas e ativistas ‘Antifa’

Um grupo neonazi designado Nova Ordem de Avis fez um ultimato a 10 pessoas, entre as quais deputadas e ativistas antirracistas e antifascistas: têm que deixar todos os cargos políticos e o país em 48 horas

Aameaça chegou esta terça-feira à noite, sob a forma de email, à organização SOS Racismo e tinha como remetente um movimento que se autoproclama nacionalista de ideais neonazis designado “Nova Ordem de Avis – Resistência Nacional”.

O texto nomeia 10 pessoas, conhecidas pelo seu ativismo político antirracista e antifascista, entre as quais as deputadas do BE Beatriz Gomes e Mariana Mortágua, a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira, o próprio dirigente do SOS Racismo, Mamadou Ba e o ativista Jonathan Costa, da Frente Unitária Antifascista (este uma das vítimas dos skinheads recentemente acusados pelo MP por dezenas de crimes de ódio).

Os outros nomes são de figuras ligadas também a movimentos antirracistas, antifascistas (Antifa), sindicalistas e LGBT.

“Informamos que foi atribuído um prazo de 48 horas para os dirigentes antifascistas e antirracistas incluídos nesta lista, para rescindirem das suas funções políticas e deixarem o território português”, escrevem os neonazis.

Caso esta determinação não seja cumprida, ameaçam que “medidas serão tomadas contra estes dirigentes e os seus familiares, de forma a garantir a segurança do povo português”.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
MundoPolítica

Quatro polícias franceses acusados por agressão brutal a produtor negro

BrasilSociedade

Artista negro morre baleado por polícia em São Paulo

MundoSociedade

França suspende polícias após agressão brutal a produtor musical negro que durou 20 minutos

BrasilSociedade

Polícia brasileira detém funcionária do Carrefour envolvida na morte de cidadão negro

Assine nossa Newsletter