China lamenta incidente “infeliz” e junta-se à comunidade internacional na ajuda humanitária - Plataforma Media

China lamenta incidente “infeliz” e junta-se à comunidade internacional na ajuda humanitária

A comunidade internacional está a responder em força ao apelo de ajuda feito terça-feira pelo primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, após as duas explosões registadas em Beirute que provocaram pelo menos 100 mortes e mais de 4.000 feridos.

A China é um desses países, tendo lamentado o “incidente infeliz” e expressado solidariedade, além de se prontificar a ajudar o Líbano, “dentro das possibilidades” de Pequim.

Segundo a Xinhua, o Presidente chinês, Xi Jinping, enviou hoje condolências às vítimas numa mensagem destinada a Michel Aoun, seu homólogo libanês. Na mesma mensagem, Xi Jinping revelou estar “chocado” com as enormes explosões, esperando uma “rápida recuperação” para os milhares de feridos.

Leia mais em Hoje Macau

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter