TAAG e Porto de Luanda com contas de 2019 ainda por prestar ao Estado - Plataforma Media

TAAG e Porto de Luanda com contas de 2019 ainda por prestar ao Estado

O Porto de Luanda e a TAAG Linhas Aéreas de Angola estão entre as cinco empresas tuteladas pelo Ministério dos Transportes que se furtaram à obrigação de apresentar ao Estado os relatórios e contas referentes a 2019, cujo prazo de entrega terminou em Junho, apurou o Jornal de Angola.

Cada uma mais estratégica que a outra para o país, as duas empresas não aparecem na lista divulgada pelo Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), órgão responsável, entre outras atribuições, pela monitorização do sector empresarial público.

Também ausentes da lista estão os portos de Amboim, do Namibe e de Cabinda, que, apesar de beneficiarem, todas elas, de um alargamento do prazo de entrega do documento, de Abril para Junho, colocaram-se entre as incumpridoras da Lei de Bases do Sector Empresarial Público, que estabelece a obrigatoriedade de prestação periódica de contas ao accionista Estado.

Leia mais em Jornal de Angola

Assine nossa Newsletter