Antigo deputado da Renamo começa hoje a ser julgado em Moçambique - Plataforma Media

Antigo deputado da Renamo começa hoje a ser julgado em Moçambique

O Tribunal Judicial de Dondo, centro de Moçambique, vai começar hoje a julgar Sandura Ambrósio, antigo deputado da Renamo, por alegadamente apoiar a dissidência do braço armado do principal partido da oposição.

José Capassura, advogado de Sandura Ambrósio, disse à Lusa que o Ministério Público moçambicano acusa o antigo deputado da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) do crime de conspiração, punido com pena de prisão entre oito e dez anos.

“O início do julgamento será uma oportunidade para provarmos que Sandura Ambrósio não tem rigorosamente nada a ver com o crime que lhe é imputado”, afirmou o advogado.

O antigo deputado está detido desde 14 de janeiro acusado de apoiar financeiramente a auto-intitulada Junta Militar da Renamo liderada por Mariano Nhongo, ex-dirigente da guerrilha.

A Junta contesta a liderança da Renamo e o acordo de paz, sendo acusada de protagonizar ataques visando forças de segurança e civis em aldeias e nalguns troços de estrada da região centro, tendo causado, pelo menos, 24 mortos desde agosto de 2019.

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Membros da RENAMO manifestam-se contra o líder do partido, Ossufo Momade

MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: Frelimo saúda ação diplomática do Governo, oposição aponta “incapacidade”

MoçambiquePolítica

Presidente moçambicano acusa Junta Militar de ataques que causaram três feridos

MoçambiquePolítica

Filipe Nyusi avisa que não vai continuar a “mimar assassinos” no centro de Moçambique

Assine nossa Newsletter