Apelo a João Lourenço pelo repatriamento de Nito Alves - Plataforma Media

Apelo a João Lourenço pelo repatriamento de Nito Alves

Depois da detenção de Nito Alves, na passada na sexta-feira, 26 de junho, em Lisboa, um grupo de ativistas angolanos anunciou em comunicado que vai solicitar o repatriamento do também ativista, ao Presidente de Angola, avança o portal noticioso Voa Português.

Os amigos de Nito Alves emitiram um comunicado onde se pode ler que temem “pela integridade física e pela vida do mesmo”, e que por essa razão vão entregar cartas a João Lourenço e ao novo embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa, na próxima terça-feira, 30 de junho, durante a manhã.

No comunicado assinado por Adolfo Campos pode ler-se que “os ativistas irão solicitar uma pronta intervenção, no quadro dos voos humanitários de Angola e dado o extravio dos documentos de identidade do cidadão em causa, que encontra resistência para o tratamento de Salvo Conduto junto ao Consulado Geral de Angola em Lisboa, com vista a possibilitar o seu repatriamento”.

Nito Alves foi detido quando protestava frente ao Consulado Geral de Angola. Já está em liberdade, mas a advogada Mariana Caboclo disse à Deutsche Welle que o ativista “foi humilhado” na esquadra.

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Mais 264 portugueses repatriados da Venezuela

LusofoniaPortugal

Quase 90% dos portugueses que pediram repatriamento regressaram

Assine nossa Newsletter