Marcelo: "Portugal não pode fingir que não existiu pandemia" - Plataforma Media

Marcelo: “Portugal não pode fingir que não existiu pandemia”

O Presidente da República aproveitou o 10 de junho para dizer que “este é o exato momento para acordarmos”. É preciso aproveitar a pandemia como uma “oportunidade única”, recusando no futuro “soluções de ontem”.

“Portugal não pode fingir que não existiu e existe pandemia, como não pode fingir que não existiu e existe brutal crise económica e financeira.”

E também não pode “esperar que as soluções de ontem sejam as soluções de amanhã”.

Dia de Portugal. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, no mosteiro dos Jerónimos
Foto Gerardo Santos / Global Imagens

Assim, “este 10 de Junho de 2020 é o exato momento para acordarmos todo para essa realidade”: a de que se está perante uma “oportunidade única” para “pensar diferente”.

Estas foram as principais mensagens do Presidente da República deixou, esta manhã, nos Jerónimos, ao discursar nas cerimónias de celebração do Dia de Portugal, Camões e das Comunidades – o último 10 de Junho deste seu mandato presidencial.

Leia mais em Diário de Notícias

Acompanhe mais sobre o tema em:

Presidente angolano elogia trabalho de Portugal no combate à pandemia

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

"Por razões humanitárias." Presidente da República concede cinco indultos

PortugalSociedade

Cinco feridos após explosão em prédio de Lisboa. Há uma pessoa desaparecida

BrasilCultura

Sidney Quintela: “Sou um arquiteto da CPLP”

BrasilPortugal

PJ encontra 11 milhões de euros escondidos em carrinha em Lisboa

Assine nossa Newsletter