CHUI EM PEQUIM PARA A CONFIRMAÇÃO - Plataforma Media

CHUI EM PEQUIM PARA A CONFIRMAÇÃO

 

O chefe do executivo de Macau parte no domingo para Pequim, onde terá encontros com os principais dirigentes do país e receberá o “decreto de nomeação” para um segundo mandato à frente do Governo da Região Administrativa Especial.

Fernando Chui Sai On manterá no dia 22 encontros com o Presidente Xi Jinping e com o primeiro-ministro Li Kequiang, saindo da capital chinesa com o “decreto de nomeação” que o designa como chefe do Governo de Macau a partir de 20 de dezembro.

O chefe do Executivo foi reeleito a 31 de agosto no cargo ao receber 380 votos entre os 396 votantes, membros do colégio eleitoral.

Candidato único ao cargo, Chui Sai On tinha a eleição assegurada, mas a lei eleitoral obriga à formalidade da votação pelos 400 elementos do colégio, representantes dos vários setores da sociedade local responsáveis pela escolha do chefe do Governo.

Além dos 380 votos em Chui Sai On, foram ainda registados 13 votos em branco e três nulos, sendo que quatro dos elementos da Comissão Eleitoral não execeram o seu direito de voto.

Em Macau, tal como em Hong Kong, as duas Regiões Administrativas Especiais da China, o líder do Governo é escolhido pelo colégio eleitoral que representa a sociedade quer através de cargos como os de deputados à Assembleia Legislativa, quer por serem indicados por associações e grupos profissionais da cidade.

Há cinco anos, quando foi eleito pela primeira vez chefe do Governo de Macau, Fernando Chui Sai On recolheu 282 dos 296 votos expressos, entre 300 possíveis, tantos quantos eram os elementos do colégio eleitoral da altura.

Após o regresso a Macau, e tal como o próprio tinha prometido, é esperado que Chui Sai On revele os nomes dos futuros Secretários do Governo, dos comissários de Auditoria, Alfandega e Contra a Corrupção, além do líder dos Serviços de Polícia Unitários.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter