OMS diz que indústria tabagista pretende viciar nova geração em cigarros eletrônicos

A OMS (Organização Mundial da Saúde) disse, na quinta (23), que as empresas de tabaco de estão procurando viciar uma nova geração em nicotina. Segundo a organização, as empresas ainda visam ativamente os jovens por meio das redes sociais, esportes e festivais de música e novos produtos aromatizados.

por Nelson Moura

Em meio a regulamentações cada vez mais rígidas direcionadas aos cigarros, grandes empresas de tabaco e novas companhias começaram a oferecer alternativas ao fumo como os vapes, que afirmam ser destinados a fumantes adultos.

Segundo a OMS, esses produtos muitas vezes são comercializados para jovens, com embalagens chamativas e sabores que atraem as crianças, e que os jovens são mais propensos a usar os produtos do que adultos em muitos países.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, rejeitou a alegação da indústria de que está trabalhando para reduzir os danos do fumo. “É desonesto falar sobre redução de danos quando estão comercializando para crianças”, disse.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!