Sindicato dos delegados de polícia divulga nota de repúdio ao desfile da Vai-Vai

Entidade afirma que escola teria tratado 'com escárnio a figura de agentes da lei'; agremiação defende 'liberdade e ludicidade do Carnaval'

por Nelson Moura

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp), representado pela presidente, Jacqueline Valadares, divulgou nesta segunda-feira (12) um manifesto de repúdio ao desfile da Vai-Vai no sambódromo do Anhembi, na capital paulista, na noite do último sábado (10).

Segundo o comunicado divulgado à imprensa, a escola teria tratado “com escárnio a figura de agentes da lei”. “Com direito a chifres e outros itens que remetiam à figura de um demônio, as alegorias utilizadas na ala ‘Sobrevivendo no Inferno’, demonizaram a Polícia —algo que causa extrema indignação”, destacou a nota.

“Ao adotar tal enredo, a escola de samba, em nome do que chama de ‘arte’ e de liberdade de expressão, afronta as forças de segurança pública, desrespeita e trata, de forma vil e covarde, profissionais abnegados que se dedicam, dia e noite, à proteção da sociedade e ao combate ao crime, muitas vezes, sob condições precárias e adversas, ao custo de suas próprias vidas e famílias”, seguiu o comunicado.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!