Adolescente “climático” acusa PSP de agressão

"Um polícia veio a correr atrás do cordão [policial] e vi-o levantar o cassetete e bater-me na cabeça. Fiquei zonzo, as pessoas recuaram e consegui sair dali."

por Gonçalo Lopes

José Duarte Borges, 16 anos, aluno do 10º ano de Línguas e Humanidades, conta o episódio ao DN poucos dias depois da sua “primeira manifestação com confronto com a polícia”: “Estavam ali a olhar-nos nos olhos com ar de “nós vamos bater-vos, putos”. Quando pensei ir a uma manif não esperava levar com um cassetete. Do que tenho visto na comunicação social eles levam as pessoas, detêm-nas, mas não tinha visto a polícia puxar dos bastões. O organismo que nos devia proteger quando lutamos pelos nossos direitos é o primeiro a impedir-nos de o fazer.”

É ele o ferido mencionado nos títulos das notícias que naquele dia, 24 de novembro, contam a confusão armada na Rua do Século, em Lisboa, junto ao ministério do Ambiente, entre umas dezenas de ativistas – no máximo 50, a larga maioria muito jovem – e quase outros tantos polícias, quando os manifestantes passaram as barreiras metálicas que impediam o acesso ao edifício governamental, na tentativa de entrar para, como tinham anunciado, “efetuar uma visita de estudo”. E é dele a imagem, captada pelo fotojornalista Manuel de Almeida (Lusa), de um rapaz de sweatshirt verde clara e cabelo escuro deitado na rua, a sangrar da cabeça (o ferimento implicaria condução ao hospital, onde levou quatro pontos).

Malgrado a divulgação dessa imagem, as notícias e o facto de o dispositivo da PSP no local se ter apercebido da existência de um ferido – houve até um agente que sugeriu chamar uma ambulância; o Público cita, a propósito, o porta-voz da PSP como tendo afirmado que um estudante foi ferido “durante a tentativa de transposição do cordão policial” -, esta polícia não terá efetuado qualquer averiguação formal sobre o caso. Questionada pelo DN a 29 de novembro, nomeadamente sobre se abrira um inquérito – obrigatório em caso de suspeita de abuso da força – e por que motivo não providenciara socorro ao adolescente, não respondeu.

Leia mais em Diário de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!