Jovem italiano morre após ter participado na JMJ devido a bactéria

Após ter participado na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Lisboa, ​​​​Luca Re Sartù foi internado no Hospital San Gerardo, em Monza, Itália, onde acabaria por morrer. Tinha 24 anos. Terá contraído uma bactéria multirresistente quando participou na JMJ, que decorreu entre 1 e 6 de agosto, noticiam os media locais.

por Gonçalo Lopes

Começou a ter febre e a sentir um cansaço extremo ainda em Portugal, onde decidiu permanecer três dias após o evento. Terá sido assistido na capital portuguesa, tendo sido associado aos sintomas o cansaço dos dias passados na JMJ e à mudança repentina da temperatura.

“Vamos assumir que ele contraiu a bactéria, staphylococcus, em Lisboa. No regresso, quarta-feira pelas 23:30 (hora local, 22:30 em Lisboa) no aeroporto de Bérgamo [Milão], ele foi levado para as urgências do hospital Mater Domini, em Castellanza, onde teve um ataque cardíaco”, disse Francesco Re Sartù, o pai do jovem, citado pelo Prepalpina.

O pai referiu ainda que os médicos “perceberam a gravidade da situação” e o peregrino italiano acabou por ser transferido para outro hospital, onde acabaria por falecer.

Leia mais em Diário de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!