Início » Rede de supermercados remove produtos LGBTQIA+ após ameaças nos EUA

Rede de supermercados remove produtos LGBTQIA+ após ameaças nos EUA

AFP

A rede americana de supermercados Target anunciou, nesta quarta-feira (24), que irá retirar de suas gôndolas produtos voltados para a comunidade LGBTQIA+, depois que alguns funcionários receberam ameaças.

O grupo de Minneapolis (norte dos Estados Unidos) lançou uma linha de produtos para o Mês do Orgulho (Pride Month), em junho, quando são realizados eventos em homenagem à comunidade LGBTQIA+, em particular as famosas paradas “Gay Pride”.

Entre estes artigos está uma xícara com a frase “Gender Fluid”, que pessoas não binárias podem usar para se identificar, ou camisetas infantis com o lema “Bien Proud”, jogo de palavras em espanhol e inglês que, em português, significa “Bem Orgulhoso”.

“A Target oferece uma série de produtos destinados a celebrar o Mês do Orgulho há mais de uma década”, destacou a empresa em um comunicado. Mas, “desde o lançamento da coleção deste ano, fomos informados sobre ameaças, que tiveram um impacto na segurança e no bem-estar dos nossos colaboradores”, acrescentou. “Diante do contexto volátil, faremos mudanças, em particular a retirada dos artigos relacionados aos comportamentos mais agressivos.”

O fato, ocorrido após uma polêmica provocada por um anúncio publicitário feito por uma influenciadora trans para uma marca de cerveja, revela o clima de tensão em torno deste assunto nos Estados Unidos. 

“O objetivo é tornar o ‘pride’ (orgulho) tóxico para as marcas”, disse nesta quarta-feira o editorialista ultraconservador Matt Walsh. 

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, democrata, acusou o diretor-geral da Target, Brian Cornell, de “entregar a comunidade LGBT+ aos extremistas”. 

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!