Portugueses pagaram 3 mil milhões de euros a privados por bens e serviços contra a pandemia - Plataforma Media

Portugueses pagaram 3 mil milhões de euros a privados por bens e serviços contra a pandemia

Os primeiros dois anos de pandemia (de março de 2020 a igual mês deste ano) custaram aos contribuintes portugueses 2976 milhões de euros, de acordo com os quatro levantamentos do Tribunal de Contas (TdC) aos chamados “contratos públicos covid” e cálculos do Dinheiro Vivo.

Este valor, só para se ter uma referência, equivale a quase metade dos juros da dívida pública pagos anualmente, em 2021.

Esta sexta-feira, o Tribunal presidido por José Tavares publicou o quarto relatório de acompanhamento efetuado aos contratos abrangidos pelo regime de exceção, no âmbito das “medidas excecionais e temporárias de resposta à situação epidemiológica provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 e da doença covid-19”, a chamada Lei n.º 1-A/2020, de 19 de março de 2020.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Assine nossa Newsletter