Novos imigrantes em Portugal já ultrapassam os de 2021, um terço são brasileiros - Plataforma Media

Novos imigrantes em Portugal já ultrapassam os de 2021, um terço são brasileiros

O visto de residência chegou a 133 mil novos imigrantes nos primeiros seis meses do ano, mais 22 mil que nos 12 meses de 2021, e mais de um terço (47 600) são brasileiros. Facilmente arranjam emprego, o problema é conseguirem casa com os seus salários e as exigências dos senhorios, denunciam os próprios e as associações. A solução é alugar quarto, partilhar a habitação e viver fora dos grandes centros, sobretudo longe das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto.

Os novos títulos de residência, no primeiro semestre de 2022, ultrapassam já o total de um ano, inclusive antes da pandemia. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) atribuiu 133 mil nos primeiros seis meses, mais que os 129 155 em 2019, que era um recorde. Desceu para 118 124 em 2020 e para 111 311, em 2021. São dados provisórios e correspondem, também, à tentativa de diminuir as pendências nos serviços, mas denotam essencialmente o aumento dos fluxos migratórios para Portugal.

A maior comunidade estrangeira é a brasileira. Atingiram os 204 694 o ano passado, já somam 252 mil e rapidamente poderão chegar aos 300 mil, a continuar a intensidade dos fluxos.

“O nosso atendimento está a abarrotar de gente desde o fim das restrições à entrada no país. O fluxo é visualmente superior, o que percebemos não só pelo trabalho da nossa associação, como das outras “, conta ao DN Cyntia de Paula, presidente da Casa do Brasil.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MacauSociedade

Há imigrantes em Macau a sobreviver da doação de alimentos

BrasilCultura

Instalação no Museu da Imigração reflete sobre efeitos da pandemia

BrasilChina

Imigração chinesa para o Brasil completa 120 anos

CulturaPortugal

Rentes de Carvalho e o fascínio dos portugueses pela Holanda

Assine nossa Newsletter