Expulso militar da GNR que agrediu imigrantes nepaleses - Plataforma Media

Expulso militar da GNR que agrediu imigrantes nepaleses

André Ribeiro, de 38 anos, o único dos cinco militares da GNR do Destacamento Territorial de Odemira condenado a prisão efetiva por agressões e sequestro a imigrantes nepaleses, foi expulso da Guarda, segundo um despacho do anterior Ministro da Administração Interna.

A deliberação de aplicação da pena disciplinar de “separação de serviço” ao guarda, foi, esta segunda-feira, publicada em Diário da República e tomada por Eduardo Cabrita três dias antes de se ter demitido do cargo, na sequência da acusação do seu motorista pelo atropelamento e morte de um trabalhador na A6.

O militar que desde meados do corrente ano que está a cumprir pena de prisão no Estabelecimento Prisional Militar de Tomar (EPMTomar) foi detido, com os outros quatro camaradas, no dia 8 de maio de 2019 pela PJ de Setúbal, tendo ficado em prisão domiciliária.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter