Resposta britânica à pandemia foi "dos maiores fracassos de sempre" - Plataforma Media

Resposta britânica à pandemia foi “dos maiores fracassos de sempre”

Relatório do Parlamento britânico sobre a gestão pandémica no Reino Unido arrasa totalmente os esforços do executivo britânico no sentido de impedir a propagação do vírus no início da pandemia e descreve o “fracasso” do país como uma das piores falhas de saúde pública de todos os tempos. A vacinação salva o panorama.

De acordo com os parlamentares, a abordagem do governo de Boris Johnson, apoiada por cientistas, foi a de disseminar a infeção pela população em vez de tentar impedi-la, num plano para alcançar a imunidade de grupo através do contágio, o que levou a um atraso na implementação do primeiro confinamento no Reino Unido (só dois meses depois do surgimento dos primeiros casos). Esta decisão provocou mortes que poderiam ter sido evitadas. O resultado, lê-se no relatório, foi um dos “maiores fracassos de saúde pública que o Reino Unido alguma vez experienciou”.

A estratégia foi desenhada para lidar com uma gripe pandémica e avançou com o conselho de consultores científicos do Governo, do Grupo de Aconselhamento Científico para Emergências (Sage, na sigla em inglês), indica o documento. A falta de contestação política e científica em todo o Reino Unido delineou um “pensamento de grupo”, aponta o relatório, que também responsabiliza por isso algumas partes da Europa e sublinha a falta de abertura a outro tipo de abordagens adotadas em outros lugares do mundo, como na Ásia, onde os países impuseram controlos de fronteira rígidos assim que o vírus começou a circular.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter