Talibãs revelam compromisso da China de manter embaixada em Cabul

Talibãs revelam compromisso da China de manter embaixada em Cabul

Um porta-voz dos talibãs revelou na quinta-feira que a China comprometeu-se a manter em funcionamento a sua embaixada na capital do Afeganistão e aumentar a ajuda ao país devastado por décadas de conflitos

Os talibãs revelam compromisso da China e, segundo a mesma fonte, Abdul Salam Hanafi, membro do gabinete político do grupo islâmico, que chegou ao poder no Afeganistão em 15 de agosto, manteve uma conversa telefónica com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wu Jianghao.

“O vice-ministro chinês garantiu que manterá a sua embaixada em Cabul, acrescentando que as nossas relações vão crescer”, salientou o porta-voz dos talibãs, Suhail Shaheen, através de uma mensagem na rede social Twitter.

Suhail Shaheen acrescentou que a China vão “continuar e aumentar a sua ajuda humanitária” no Afeganistão, em particular no combate à pandemia de covid-19. 

Os talibãs conquistaram Cabul em 15 de agosto, concluindo uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO.

As forças internacionais estavam no país desde 2001, no âmbito da ofensiva liderada pelos Estados Unidos contra o regime extremista (1996-2001), que acolhia no território o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, principal responsável pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

A tomada da capital pôs fim a uma presença militar estrangeira de 20 anos no Afeganistão, dos Estados Unidos e aliados na NATO, incluindo Portugal.

Related posts
MundoPolítica

Paquistão diz-se incapaz de receber mais refugiados afegãos

MundoPolítica

EUA pede que Paquistão se alinhe com a comunidade internacional

MundoPolítica

EUA anunciam retirada de mais 32 pessoas, 21 delas norte-americanas

Mundo

Embaixador do governo afegão deposto urge ONU a pressionar talibãs

Assine nossa Newsletter