Início Sociedade Educação sexual: DSEDJ não aborda homossexualidade

Educação sexual: DSEDJ não aborda homossexualidade

Pedro Arede

Os Serviços de Educação afirmaram ao HM que a criação de valor sexual e de consciência de género corretas passa por ensinar os alunos a aceitarem as diferenças entre os dois sexos e a construir relações humanas saudáveis. A Comissão da Luta contra a Sida apontou que o aumento de infeções por HIV resultantes de contacto homossexual é uma tendência que “não pode ser ignorada”

Sem fazer referência ao tema da homossexualidade, a Direcção dos Serviços de Educação e de Desenvolvimento da Juventude (DSEDJ) afirmou que a formação de valores sexuais e da consciência de género correctas passa por ensinar os jovens a aceitar as diferenças entre sexos, a aceitarem-se a si próprios e a construir relações humanas saudáveis.

A resposta vem no seguimento da apresentação feita pelo organismo, aquando da 1.ª reunião de trabalho da Comissão de Luta Contra a Sida, realizada a 22 de Julho em articulação com os Serviços de Saúde (SSM) e o Instituto de Acção Social (IAS).

Na ocasião, o diretor dos SSM, Alvis Lo Iek Lo, apontou que o “acréscimo de casos de infeção por contacto do mesmo sexo” é uma tendência que “não pode ser ignorada”. Por seu turno, Chan Ngai Hong, chefe do Centro de Educação Moral da DSEDJ afirmou que, tendo em vista a promoção da educação sexual, foram realizadas atividades pedagógicas preventivas, que tinham como objetivo “apoiar os alunos a criar valor sexual e consciência de género corretos”.

Leia mais em Hoje Macau

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!