Portugueses dão nota positiva às vacinas e confiam mais no SNS e no Governo - Plataforma Media

Portugueses dão nota positiva às vacinas e confiam mais no SNS e no Governo

A maioria dos inquiridos na sondagem TSF-DN-JN dá nota positiva às vacinas e aos planos de vacinação e desconfinamento, revela o barómetro de abril da Aximage.

Os níveis de confiança dos portugueses nas autoridades, nas vacinas e no desconfinamento aumentaram desde a última sondagem apresentada em fevereiro pela TSF, JN e DN. O barómetro de abril mostra que 58% dos inquiridos acredita que a quarta fase do desconfinamento, a iniciar na próxima segunda-feira, dia 3 de maio, vai decorrer como previsto. Ao invés, 42% respondem que a reabertura do país não vai acontecer como prevê o plano do Governo.

Este plano é considerado bom por 58% dos inquiridos (aumento de seis pontos face a fevereiro) e mau por 16%. Existe uma fatia de 24% de inquiridos que não considera o plano bom nem mau.

A confiança na eficácia das vacinas aumentou e agora 66% dos portugueses dizem que têm confiança grande ou muito grande nas vacinas. O número dos que falam em muito grande confiança – os mais otimistas de todos – aumentou de 16% em fevereiro para 21% nesta sondagem.

Já os níveis de confiança pequeno e muito pequeno representam 16%, havendo ainda 17% de pessoas que dizem que o seu nível de confiança nas vacinas não é grande nem pequeno. Este valor de opiniões neutras era de 22% em fevereiro.

O nível de confiança nas vacinas é proporcional ao interesse em tomá-la, já que 67% respondem que vão tomar a vacina assim que seja possível.

Quanto ao andamento do plano de vacinação, um total de 52% dos inquiridos dão nota positiva. Para 40% (27% em fevereiro), a vacinação está a correr bem, ao passo que 12% (4% em fevereiro) dizem que a administração de vacinas está a ir muito bem.

Leia mais em TSF

Related posts
Portugal

Turismo de Portugal congratula-se com inclusão na “lista verde” do Reino Unido

EconomiaPolítica

PPR: Costa quer mais funcionários públicos e reforma das profissões reguladas

PortugalSociedade

Infeção por covid-19 cresceu mais nos jovens dos 10 aos 20 anos em Portugal

PolíticaPortugal

Governo português pode antecipar nova fase do desconfinamento já para este sábado

Assine nossa Newsletter