Início » Beyoncé bate recorde no Grammy pandémico, que coroa Megan Thee Stallion

Beyoncé bate recorde no Grammy pandémico, que coroa Megan Thee Stallion

Até Billie Eilish, vencedora de gravação do ano, reconheceu vitória acachapante de Megan e dedicou seu troféu a ela.

Mesmo perdendo boa parte dos prêmios a que concorreu, Beyoncé saiu da cerimônia do 63º Grammy, realizada neste domingo (14) fazendo história. Com os troféus de melhor videoclipe por “Brown Skin Girl”, melhor performance de R&B com “Black Parade” e melhor música de rap e perfomance de rap por “Savage”, ela se tornou a artista mulher com mais gramofones da história –são 28 no total.

É verdade que a vitória contou com uma ajudinha providencial de Megan Thee Stallion, autora de “Savage” que saiu consagrada da premiação. Coincidentemente, Megan é da gravadora de Jay-Z, a Roc Nation, e tanto ela quanto Beyoncé foram criadas em Houston, no Texas.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!