Início Portugal Casos da variante inglesa a “aumentar significativamente” em Portugal

Casos da variante inglesa a “aumentar significativamente” em Portugal

Relatório do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge calcula em 70% a taxa de crescimento entre o início de dezembro de 2020 e o início deste mês.

Aproporção de casos da variante inglesa do SARS-CoV-2 está a “aumentar significativamente” em Portugal, revela um relatório do INSA, que calcula em 70% a taxa de crescimento entre o início de dezembro de 2020 e o início deste mês.

O relatório do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), avançado pela Rádio Renascença e publicado no site virological.org, alerta que se não se existirem alterações na taxa de aumento da variante detetada no Reino Unido, a proporção dessa variante no total de casos em Portugal pode atingir 60% na primeira semana de fevereiro.

O Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge e a empresa de laboratórios Unilabs desenvolveram uma ferramenta para monitorizar e sinalizar em tempo real a prevalência e a distribuição geográfica em Portugal da variante do coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19, detetada no Reino Unido, permitindo uma melhor atuação das autoridades de saúde pública.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!