Ambição da seleção que pôs Portugal a ver andebol passa por uma medalha - Plataforma Media

Ambição da seleção que pôs Portugal a ver andebol passa por uma medalha

Equipa de Paulo Pereira aponta aos oito primeiros lugares ou até mesmo ao top 3 no regresso ao Campeonato do Mundo, após 18 anos. Gilberto Duarte é a grande novidade, depois de falhar Europeu por lesão.

Aseleção portuguesa de andebol está de regresso ao Mundial, após 18 anos de ausência. No Egito, a equipa liderada por Paulo Pereira tem ambições maiores do que nas três participações anteriores. Impulsionado pelo sexto lugar conquistado no Europeu de 2020 – a melhor classificação de sempre na prova -, Portugal quer obter o melhor resultado de sempre num Campeonato do Mundo.

Em 2003, num Mundial que Portugal organizou, e que não voltou a disputar desde então, a equipa nacional terminou no 12.º lugar, superando os registos de 1997, no Japão (19.º lugar), e 2001, em França (16.º). Agora, o objetivo realizável “é ficar entre os oito primeiros”, mas o selecionador nacional assumiu à RTP que, “pode até parecer uma loucura”, mas o grupo português pensa que é capaz de “ir às medalhas”.

Leia mais em Diário de Notícias

Artigos relacionados
DesportoPortugal

"Temos de dizer bem alto que temos uma das melhores equipas do mundo"

Cabo VerdeDesporto

Cabo Verde realiza “festival no sofá” para angariar fundos para seleção de andebol

Desporto

França e Noruega disputam final do europeu de andebol feminino

Cabo VerdeDesporto

Cabo Verde fez tudo para atletas que preparam Mundial de andebol em Portugal terem visto

Assine nossa Newsletter