Escócia espera regressar à União Europeia como nação independente - Plataforma Media

Escócia espera regressar à União Europeia como nação independente

A primeira-ministra reiterou a sua determinação em realizar um novo referendo sobre a independência escocesa

Aprimeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, disse hoje esperar que a Escócia consiga a independência e possa aderir à União Europeia, sublinhando que o ‘Brexit’ foi contra a vontade dos escoceses expressa em referendo em 2016.

“Estamos agora a passar por um ‘Brexit’ duro contra a nossa vontade, no pior momento possível, no meio de uma pandemia e recessão económica”, lamentou Nicola Sturgeon numa intervenção na página oficial do seu partido pró-independência, o SNP, dois dias após a saída do Reino Unido do mercado único europeu e da união aduaneira.

A primeira-ministra reiterou a sua determinação em realizar um novo referendo sobre a independência escocesa, após o que perdeu em 2014, quando 55% dos escoceses disseram “não” à separação do Reino Unido.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
Opinião

O possível efeito dominó do Brexit

Política

Pai de Boris Johnson pediu nacionalidade francesa

Assine nossa Newsletter