Escócia e Inglaterra escondem mortes em lares para proteger interesses comerciais - Plataforma Media

Escócia e Inglaterra escondem mortes em lares para proteger interesses comerciais

A rede de cuidados aos mais idosos na Grã-Bretanha é dominada por operadores privados com fins lucrativos.

As autoridades dos dois países recusam-se a identificar os lares onde a Covid-19 matou utentes. As instituições que supervisionam as residências para idosos defendem que precisam de proteger os interesses comerciais dos proprietários antes de um possível segundo surto.

A decisão foi avançada pelo Guardian e é uma resposta a um pedido que o jornal fez, para a divulgação dos dados, ao abrigo da lei de liberdade de informação. Tanto a Comissão da Qualidade dos lares inglesa como a ​​​​​​​Inspeção de Cuidados, da Escócia, partilham os dados com os governos, mas não o fazem publicamente porque temem que os padrões de atendimento possam ser ameaçados se os utentes começarem a deixar os lares.

A rede de cuidados aos mais idosos na Grã-Bretanha é dominada por operadores privados com fins lucrativos. Os dois reguladores alegam que se os operadores deixarem o mercado terá de ser o serviço nacional de saúde a garantir os cuidados aos mais idosos.

Leia mais em TSF

Related posts
MundoSociedade

Covid-19: Bruxelas chega a acordo com Moderna sobre entrega de novas doses

Sociedade

Quarentena já não é obrigatória na Áustria para casos positivos

Sociedade

Estudos apontam mercado de Wuhan na China como início da Covid-19

MundoPolítica

COVID-19: OMS alerta para "outono e inverno difíceis" na Europa

Assine nossa Newsletter