Dias insalubres em Macau reduziram durante a pandemia de Covid-19 - Plataforma Media

Dias insalubres em Macau reduziram durante a pandemia de Covid-19

A diminuição de actividades humanas e industriais contribuiu para uma descida do número de dias em que a qualidade do ar esteve insalubre. Com critérios mais rigorosos para a medição de poluentes a partir do próximo ano, os SMG estimam um aumento dos dias com má qualidade do ar

A pandemia levou a uma redução dos dias em que a qualidade do ar esteve insalubre. Até Outubro, a estação da Berma da Estrada em Macau registou 10 dias insalubres, uma quebra face aos 27 do ano passado. “Esta diminuição é por volta de 60 por cento”, avançou ontem Tang Iu Man, director substituto da Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG). No caso da estação ambiental, deu-se uma redução de 26 para sete dias insalubres.

“Durante este ano, o número de dias insalubres e concentrações de poluição em relação a 2019 diminuíram muito. (…) Por causa da epidemia, as actividades humanas ou industriais diminuíram e isso resultou na melhoria da qualidade”, descreveu Tang Iu Man. No entanto, frisou que há outros factores a influenciar a qualidade do ar, nomeadamente que “depende muito das condições meteorológicas”.

Leia mais em Hoje Macau.

Artigos relacionados
Brasil

UE acompanha "atentamente" nova mutação brasileira do coronavírus

MundoSociedade

Europa supera 30 milhões de casos e pandemia agrava-se no Brasil e México

BrasilSociedade

Ministério da Saúde quer vacinar 80 milhões de brasileiros até abril

BrasilSociedade

Infecção por covid-19 dá alguma imunidade, mostra estudo

Assine nossa Newsletter