Morte no aeroporto de Lisboa levanta debate sobre tratamento a imigrantes em Portugal - Plataforma Media

Morte no aeroporto de Lisboa levanta debate sobre tratamento a imigrantes em Portugal

Espancamento de ucraniano gerou onda de denúncias a funcionários de órgão de controle de fronteiras

A morte de um ucraniano no centro de detenção temporária do aeroporto de Lisboa, a popular “salinha da imigração” aonde são levados suspeitos de tentar entrar irregularmente no país, desencadeou uma série de denúncias de abusos por agentes do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras).

O assassinato, por espancamento, já levou à demissão da cúpula do órgão em Lisboa, à promessa do governo de melhorar o atendimento e as instalações do CIT (Centro de Instalação Temporária) e, mais recentemente, ao indiciamento por homicídio qualificado de três inspetores.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Nyusi está na Tanzânia para discutir violência armada em Cabo Delgado

Eleitos

“Sem dignidade humana nas fronteiras”

ChinaSociedade

Empresário e produtor chinês Lin Qi morto com suspeitas de envenenamento

BrasilSociedade

Laudo da perícia na bala alojada em uma das primas que morreram na porta de casa é inconclusivo

Assine nossa Newsletter