Despedimentos e cortes salariais no horizonte da TAP. Sindicato fala em situação dramática - Plataforma Media

Despedimentos e cortes salariais no horizonte da TAP. Sindicato fala em situação dramática

Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil considera que as medidas do plano de reestruturação da TAP são uma tragédia para os trabalhadores. Plano divulgado pela empresa prevê redução de 25% da massa salarial e redução da frota.

A TAP vai propor aos trabalhadores um pacote de medidas voluntárias, que incluirá rescisões por mútuo acordo, licenças não remuneradas de longo prazo e trabalho a tempo parcial, e admite cortes salariais transversais e despedimentos.

Numa comunicação aos trabalhadores, a que a Lusa teve acesso, a administração refere que “quanto maior for a adesão, menor será a necessidade de outras medidas a decidir futuramente”.

Além de medidas voluntárias que serão apresentadas “nas próximas semanas”, o Conselho de Administração adianta que “estão colocados para discussão cenários como a suspensão do pagamento de alguns complementos remuneratórios, cortes salariais transversais, garantindo um valor mínimo que assegure a proteção aos salários mais baixos, e ainda a possibilidade de adequar o número de trabalhadores a uma operação que nos próximos anos será reduzida em 30% a 50%, retrocedendo assim a valores vividos há mais de uma década”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

TAP deverá perder 20 aviões e aplicar cortes de custos com trabalhadores de 20%

Assine nossa Newsletter