Funerária demite funcionário que tirou foto ao lado de corpo de Maradona - Plataforma Media

Funerária demite funcionário que tirou foto ao lado de corpo de Maradona

Um homem identificado como Diego Molina foi demitido da funerária na qual trabalha após tirar uma foto ao lado do corpo de Maradona dentro do caixão.

O dono da funerária argentina pediu desculpas à família de Maradona e disse que o funcionário identificado como Diego Molina foi “despedido imediatamente”, em entrevista ao site da emissora Todo Noticias, do grupo Clarín.

Na imagem, Molina aparece com uma mão na teste de Diego Maradona e a outra a fazer sinal positivo. As imagens viralizaram num grupo de whatsapp, o que provocou indignação do advogado do ídolo argentino Matías Morla, que não se deixou ficar.

“Dada a viralização de uma imagem de Diego no seu leito de morte, vou cuidar pessoalmente de encontrar o canalha que tirou aquela foto. Todos os responsáveis por tal ato de covardia pagarão”, iniciou, publicando depois, alguns dados de Molina.

“Diego Molina é o canalha que tirou uma foto ao lado do caixão de Diego Maradona. Pela memória do meu amigo, não vou descansar enquanto ele não pagar por tal aberração.”.

Maradona morreu aos 60 anos na quarta-feira (25) após sofrer uma parada cardiorrespiratória em casa, na cidade de Tigre. A cerimónia funerária foi realizada em Buenos Aires.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
Desporto

Boca Juniors conquista Copa Diego Maradona nas grandes penalidades

Desporto

"Adorava contratar Maradona, mas está morto": a ironia que não caiu bem na Argentina

BrasilDesporto

Protagonismo do futebol muda de mãos no Brasil

CulturaDesporto

São Diego Maradona, padroeiro dos artistas, ganha mural em La Boca, na Argentina

Assine nossa Newsletter