Marcelo promulga diploma que alarga isenção nas taxas moderadoras - Plataforma Media

Marcelo promulga diploma que alarga isenção nas taxas moderadoras

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta quarta-feira o diploma do Governo que elimina as taxas moderadoras nas consultas e exames complementares de diagnóstico e terapêutica prescritos na rede de cuidados de saúde primários.

A medida foi aprovada pelo Conselho de Ministros da passada semana e a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou na altura que entraria em vigor a 01 de janeiro de 2021.

Com esta medida, o Governo pretende dar continuidade ao processo de “dispensa progressiva da cobrança das taxas moderadoras no SNS [Serviço Nacional de Saúde] nos cuidados prescritos pelo SNS”, lembrou por seu lado a ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros.

Em 01 de janeiro deste ano entrou em vigor a dispensa de taxas moderadoras nas consultas dos cuidados de saúde primários. Também os meios complementares realizados nos cuidados de saúde primários ficaram isentos de cobrança desde setembro de 2020, disse Marta Temido.

Agora somam-se todos os exames prescritos nos cuidados de saúde primários, “independentemente de serem em feitos em ambiente público, privado ou ambiente social”, explicou a ministra.

Leia mais em TSF

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
PolíticaPortugal

Parlamento discute hoje e vota referendo sobre a eutanásia na sexta-feira

PolíticaPortugal

Marcelo deu o exemplo e garante que há vacinas da gripe para todos

PolíticaPortugal

Marcelo vence à primeira volta com 61%, revela sondagem

PolíticaPortugal

Marcelo admite recolher obrigatório para travar pandemia

Assine nossa Newsletter