Setembro de 2020 foi mês mais quente da história - Plataforma Media

Setembro de 2020 foi mês mais quente da história

O mês de setembro foi o mais quente da história, segundo divulgou nesta quarta-feira (7) o Serviço Copernicus de Mudanças Climáticas (C3S)

Fo registada uma temperatura 0,05 grau Celsius maior em relação ao recorde anterior, registado em setembro de 2019.

Por conta dos constantes números altos, o órgão aponta que este ano pode ser o mais quente da história, superando 2016. Segundo o boletim, o mês foi mais quente tanto de maneira global como na Europa, com “muitas regiões” do mundo tendo temperaturas acima da média.   

O C3S diz que um dos motivos para a elevação foi a presença do fenômeno La Niña no Oceano Pacífico e o aumento da emissão de gases que causam o efeito estufa pela humanidade.

Leia mais em Istoé

Artigos relacionados
Mundo

Alterações climáticas ameaçam biodiversidade no Quénia

FuturoMundo

Investir na natureza e na biodiversidade pode ajudar a enfrentar crises climáticas

MundoPolítica

Presidente de Portugal espera que a pandemia sirva de lição e apela à ação climática

Sociedade

Incêndios 'zumbis' na Sibéria são alimentados pela mudança climática

Assine nossa Newsletter