Portugal prende 2 brasileiros que integravam esquema de falsificação de passaportes - Plataforma Media

Portugal prende 2 brasileiros que integravam esquema de falsificação de passaportes

O SEF desmantelou uma quadrilha internacional falsificava e vendia documentos de diversos países. Um homem e uma mulher, ambos brasileiros, foram detidos e foram apreendidos documentos, computadores e impressoras especiais, carimbos e selos.

Autoridades portuguesas desmantelaram uma quadrilha internacional que vendia falsificações de documentos de diversos países. Na operação, realizada em Lisboa, dois brasileiros –um homem e uma mulher– foram detidos. Foram apreendidos centenas de documentos considerados de alta qualidade, impressoras especiais, carimbos, selos e computadores dedicados às fraudes.

“Temos a informação de que esta foi uma das mais relevantes apreensões feitas nos últimos anos na Europa, tendo em vista a capacidade de produção e a diversificação de documentos que estavam a ser produzidos”, afirmou Cristina Gatões, diretora do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), órgão responsável pela imigração em Portugal.

As investigações começaram em 2018, pela polícia do Reino Unido, mas foram ampliadas para fora do país conforme as autoridades iam desvendando partes do esquema. Participaram também a Europol (polícia europeia) e a Polícia Federal do Brasil.

Os dois brasileiros detidos viviam anteriormente no Reino Unido e tinha se mudado recentemente para Portugal. A decisão de efetuar as prisões, na última segunda-feira (28), aconteceu justamente devido à alta mobilidade –e potencial risco de fuga– dos suspeitos.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Assine nossa Newsletter