Violação de direitos humanos aumenta em Moçambique, revela relatório de ONG - Plataforma Media

Violação de direitos humanos aumenta em Moçambique, revela relatório de ONG

Documento apresentado pelo Centro de Democracia e Desenvolvimento (CDD) conclui que o respeito pelos direitos humanos em Moçambique está a deixar de existir

Nos primeiros seis meses do ano, o país terá registado uma situação preocupante, principalmente na província de Cabo Delgado, onde insurgentes islâmicos têm cometido atrocidades contra a população local, referiu Adriano Nuvunga, diretor do CDD, ao portal VOA Português. “Existem fortes suspeitas de violação dos direitos humanos até pelas Forças de Defesa e Segurança e o Governo moçambicano nunca investigou as denúncias que existem sobre isso.”

Nuvunga recordou que “há limitação do exercício de liberdade de imprensa e de expressão, através da intimidação de ativistas e profissionais da comunicação social, e em casos extremos com violência policial, onde se incluem detenções arbitrárias”.

Recorde-se que o primeiro semestre do ano foi marcadamente afetado pelas medidas do estado de emergência por causa da pandemia de Covid-19, e isso só veio agravar ainda mais a situação.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Artigos relacionados
MoçambiquePolítica

Cabo Delgado: "UE tem prioridades mais importantes na segurança em África"

MoçambiquePolítica

Nyusi diz que o país enfrenta "uma versão de guerra" diferente em Cabo Delgado

MoçambiqueSociedade

Ajuda urgente para Moçambique: ONU pede 4,7 milhões para socorrer vítimas de conflitos

ChinaMundo

Empresas da UE vendem à China tecnologia de vigilância

Assine nossa Newsletter