Guiné-Bissau lança "Agricultura Clima-Inteligente” para zona leste do país - Plataforma Media

Guiné-Bissau lança “Agricultura Clima-Inteligente” para zona leste do país

O Governo guineense lançou hoje o projeto denominado “Agricultura Clima-Inteligente” para apoiar os camponeses e pastores da zona leste do país, a mais afetada pelo avanço do Sahel, disse à Lusa o ministro do Ambiente, Viriato Cassamá.

 projeto financiado em 10 milhões de dólares (8,48 milhões de euros), através de um donativo do Fundo das Nações Unidas para a adaptação às alterações climáticas, vai ser implementado entre os ministérios do Ambiente e Biodiversidade e da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

O Sahel é uma faixa com mais de 5.000 quilómetros de extensão e entre 500 e 700 quilómetros de largura que atravessa vários países de África, incluindo o Senegal, vizinho da Guiné-Bissau, e que fica situada entre o deserto do Saara e a zona fértil da savana sudanesa.

Segundo Viriato Cassamá, a zona leste da Guiné-Bissau (as regiões de Bafatá e Gabu) foi a escolhida para implementação do projeto “por ser a mais vulnerável” do país, segundo o PANA – Plano de Adaptação Nacional às Alterações Climáticas.

O ministro do Ambiente guineense notou que os “feitos da ‘sahelização’ já se fazem sentir no leste”, zona semiárida, com pouca chuva, temperaturas altas, grandes concentrações da população e do gado bovino.

“Mais de 80% da população do gado do país estão no leste”, observou Viriato Cassamá.

É intenção do Governo guineense, no âmbito do projeto hoje lançado, que os camponeses sejam apoiados para melhorarem a produção de cereais mesmo com a escassez de água e a seca na zona.

O projeto prevê ainda que os pastores tenham apoios para a melhoria da saúde animal, através da vacinação em grande escala, construção de bebedouros animais e introdução de plantas forrageiras que possam ajudar a combater os efeitos da transumância na zona.

O ministro do Ambiente e Biodiversidade acredita que dentro de três anos, aquando da avaliação do meio percurso do projeto, serão conhecidos os resultados práticos da iniciativa.

Assine nossa Newsletter