Após morte de vendedor, hipermercado cobre corpo com guarda-sóis e continua aberto - Plataforma Media

Após morte de vendedor, hipermercado cobre corpo com guarda-sóis e continua aberto

Cena foi vista por consumidores no Recife por mais de três horas, até a chegada do IML

Um representante de vendas morreu durante o expediente em uma loja da rede Carrefour no Recife, mas o hipermercado continuou a funcionar normalmente. A solução encontrada? Encobrir o corpo com guarda-sóis, tapumes e fardos de cerveja.

O episódio ocorreu na última sexta-feira (14), na unidade da rede no bairro da Torre, na capital de Pernambuco, mas se tornou público a partir desta terça-feira (18), quando críticas à atuação da rede passaram a ser publicadas em redes sociais. O Carrefour, que identificou o prestador de serviços como Moisés Santos, pediu desculpas pela forma como tratou a morte.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
BrasilSociedade

Português atira dois mil euros em notas pela janela de hotel no Brasil

MundoSociedade

Bombeiro que repetia aposta há anos não joga e números são sorteados na lotaria

ChinaSociedade

Empresário e produtor chinês Lin Qi morto com suspeitas de envenenamento

BrasilSociedade

Laudo da perícia na bala alojada em uma das primas que morreram na porta de casa é inconclusivo

Assine nossa Newsletter