Após morte de vendedor, hipermercado cobre corpo com guarda-sóis e continua aberto - Plataforma Media

Após morte de vendedor, hipermercado cobre corpo com guarda-sóis e continua aberto

Cena foi vista por consumidores no Recife por mais de três horas, até a chegada do IML

Um representante de vendas morreu durante o expediente em uma loja da rede Carrefour no Recife, mas o hipermercado continuou a funcionar normalmente. A solução encontrada? Encobrir o corpo com guarda-sóis, tapumes e fardos de cerveja.

O episódio ocorreu na última sexta-feira (14), na unidade da rede no bairro da Torre, na capital de Pernambuco, mas se tornou público a partir desta terça-feira (18), quando críticas à atuação da rede passaram a ser publicadas em redes sociais. O Carrefour, que identificou o prestador de serviços como Moisés Santos, pediu desculpas pela forma como tratou a morte.

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
Lifestyle

Morre aos 71 anos o ator americano William Hurt

MundoPolítica

Morre ex-vice-presidente dos EUA Walter Mondale aos 93 anos

BrasilSociedade

Português atira dois mil euros em notas pela janela de hotel no Brasil

MundoSociedade

Bombeiro que repetia aposta há anos não joga e números são sorteados na lotaria

Assine nossa Newsletter