Início Notícias “Burocracia está lentamente a matar Macau”, defende advogada Amélia António

“Burocracia está lentamente a matar Macau”, defende advogada Amélia António

Gilberto Lopes e André Jegundo

A presidente da Casa de Portugal, Amélia António, defendeu no programa Rádio Macau Entrevista que a burocracia está a lentamente a “matar Macau” e que é já uma “doença endémica” presente em toda a administração.


“É quase tão pandémica como a COVID-19. Se não for tratada a sério, esta doença continua a matar o território devagarinho porque tudo o que são projectos interessantes, projectos que podem valorizar Macau, não andam”, afirmou, acrescentando que na administração há “medo de tomar decisões e de fazer”.

Amélia António defende que a desburocratização da administração pública é a principal tarefa do secretário para a Administração e Justiça, André Cheong.

Leia mais em TDM

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!