Banco de Portugal “não é supranacional”, diz Centeno - Plataforma Media

Banco de Portugal “não é supranacional”, diz Centeno

Mariana Mortágua, deputada do BE, descreve o cargo como “uma poltrona dourada numa torre de marfim”. Centeno afirma que não.

“Sabemos que não se trata de conflito entre regulador e regulado e não deve ser tratado como tal”, descreve Mariana Mortágua, para logo a seguir sublinhar que isso não é sinónimo de que “as pessoas que desempenham cargos públicos não devam ser avaliadas sobre aquilo que é o interesse público.”

A deputada do BE recordou três dossiers em curso enquanto Centeno esteve nas Finanças: a venda do Banif ao Santander, depois de injeção de 1766 milhões do tesouro; a decisão de venda do Novo Banco ao fundo Lone Star e ainda o regime de impostos por ativos diferidos, que “entregou 3 mil milhões de euros de impostos aos bancos sem pedir nada em troca.”

Leia mais em Dinheiro Vivo

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

Banco de Portugal corta previsão de crescimento económico

EconomiaPortugal

Banco de Portugal reforça regras para proteger clientes face ao fim das moratórias

EconomiaPortugal

Aumentos salariais vão ser mais fracos na sequência da pandemia

EconomiaPortugal

Atividade económica em Portugal com queda "mais acentuada" no final de fevereiro

Assine nossa Newsletter