Holanda reabre bordéis, mas com novas regras: "Nada de beijos" -

Holanda reabre bordéis, mas com novas regras: “Nada de beijos”

Trabalhadores da indústria do sexo evitam beijos e têm de se certificar de que clientes não apresentam sintomas de covid-19

Os bordéis holandeses, incluindo o famoso Bairro da Luz Vermelha de Amesterdão, reabriram na quarta-feira após terem estado encerrados durante um longo período de tempo devido ao coronavírus, com profissionais do sexo e clientes a terem que seguir novas regras para evitar infeções.

Os Países Baixos ordenaram o encerramento de todos os clubes de sexo em meados de março. Ideia inicial era mantê-los fechados até setembro, mas recentemente antecipou a data devido à queda do número de casos de covid-19.

“Tenho a agenda completamente cheia” para quarta-feira, disse Foxxy (pseudónimo profissional), trabalhadora do sexo e ativista do Centro de Informações sobre Prostituição, à AFP.

“Fiz uma festa quando ouvi” o anúncio do governo a 24 de junho de que o trabalho sexual poderia recomeçar, disse Foxxy, que aluga um quarto num bordel fora do Bairro da Luz Vermelha.

“Toda a gente está tão aliviada por podermos voltar ao trabalho, pois muitos profissionais do sexo não obtiveram nenhum benefício por parte do governo. Por isso, é muito bom ganhar dinheiro novamente”.

Embora menos restritivo do que outros países, o “confinamento inteligente” dos Países Baixos encerrou os clubes sexuais, que estão a reabrir mas, tal como cabeleireiros e massagistas que já foram autorizados a retomar as operações, as profissionais do sexo são incentivadas a verificar que os seus clientes não apresentam sintomas de covid-19.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Maioria aprova máscaras obrigatórias na rua, mas não usa Stayaway Covid

EconomiaMoçambique

Moçambique não deverá melhorar o rating até final de 2021

ChinaSociedade

Covid-19: China soma 22 casos locais e 20 oriundos do exterior

BrasilEconomia

Dívida Pública brasileira sobe 2,59% em setembro e atinge 670 mil ME

Assine nossa Newsletter