Extrema-direita começou a reorganizar-se em Portugal - Plataforma Media

Extrema-direita começou a reorganizar-se em Portugal

No mesmo dia em que a Europol regista a atividade de movimentos neonazis em Portugal, também o SIS destaca os grupos de extrema-direita na sua avaliação de ameaça à segurança interna portuguesa.

“Em Portugal, a extrema-direita tem vindo a reorganizar-se, reciclando discurso, formando novas organizações e recrutando elementos junto de determinadas franjas sociais a que normalmente não acediam num passado não muito distante”, regista o Serviço de Informações de Segurança (SIS) na análise da ameaça no nosso país, integrada no Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2019, aprovado nesta terça-feira no Conselho Superior de Segurança Interna.

Os analistas do SIS escrevem que “a extrema-direita portuguesa deu primazia ao combate do que apelida marxismo cultural, numa tentativa de sensibilizar a sociedade civil ao seu discurso e ideário extremista, com vista ao alargamento da base social de apoio”.

Leia mais Diário de Notícias

Artigos relacionados
Eleitos

Não passarão!

Eleitos

Diabolizar a extrema-direita e branquear a extrema-esquerda.

MundoPolítica

Partido de extrema direita alemão destituiu membro que propôs ‘gasear’ migrantes

PolíticaPortugal

Marine Le Pen considera Ventura "grande líder político"

Assine nossa Newsletter