Resposta à pandemia traz riscos de má gestão e corrupção - Plataforma Media

Resposta à pandemia traz riscos de má gestão e corrupção

O Tribunal de Contas defende que a gestão da crise e das medidas de emergência pode enfraquecer os controlos e o cumprimento das leis.

O desperdício, a má gestão e a corrupção são os principais riscos que recaem sobre a utilização de dinheiros públicos nesta fase de resposta célere à crise sanitária, económica e financeira que advém da pandemia do novo coronavírus, alerta o Tribunal de Contas. O organismo liderado por Vítor Caldeira defende que a rapidez da resposta “implica frequentemente a debilitação dos mecanismos de controlo e accountability” (prestação de contas).

No relatório Riscos na Utilização de Recursos Públicos na Gestão de Emergências – COVID 19, o Tribunal de Contas conclui que a gestão da crise e das medidas de emergência pode enfraquecer os controlos e a compliance (cumprimento das leis), que abrangem a contratação pública e os sistemas de informação, e a transparência financeira, no que respeita à mensuração dos custos e impactos das medidas de emergência e à prestação de contas.

Leia mais em Diário de Notícias

Related posts
MundoSociedade

Covid-19: Bruxelas chega a acordo com Moderna sobre entrega de novas doses

Sociedade

Quarentena já não é obrigatória na Áustria para casos positivos

Sociedade

Estudos apontam mercado de Wuhan na China como início da Covid-19

ChinaMacau

Lei Chan U diz que gestão da pandemia está “desligada da realidade”

Assine nossa Newsletter