Viúva do médico chinês que alertou para o vírus não quer homenagem em Washington - Plataforma Media

Viúva do médico chinês que alertou para o vírus não quer homenagem em Washington

Proposta para mudar o nome da rua da Embaixada chinesa em Washington para o nome de Li Wenliang foi apresentada pelos republicanos. Ele foi o médico que alertou os colegas para o vírus então desconhecido, tendo sido depois punido pela polícia.

A viúva de Li Wenliang, o médico chinês que foi castigado por alertar os colegas para o surto de covid-19 em Wuhan, criticou uma proposta dos políticos americanos para dar o nome do marido a uma rua em frente à embaixada chinesa em Washington. Li, de 34 anos, foi punido pela polícia por alertar os seus colegas sobre a doença respiratória desconhecida, que mais tarde o haveria de matar.

Fu Xuejie escreveu nas redes sociais que não queria ver qualquer sensacionalismo associado à morte do seu marido. “Fico triste por saber desta notícia”, disse. “Wenliang era membro do Partido Comunista e ele amava profundamente a sua pátria. Se ele soubesse, não permitiria que outras pessoas usassem o seu nome para ferir sua pátria “, escreveu a viúva.

Leia mais em Diário de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Related posts
Lifestyle

Adele chora ao cancelar espetáculos em Las Vegas devido ao Covid

ChinaPolítica

Pequim protesta contra presença de navio militar dos EUA no Mar da China

MundoPolítica

Blinken pede que Putin escolha 'via pacífica' durante visita à Ucrânia

ChinaMundo

EUA pedem à ONU o relatório de Xinjiang antes dos JO de Pequim

Assine nossa Newsletter