Voluntária italiana libertada após ano e meio sequestrada no Quénia - Plataforma Media

Voluntária italiana libertada após ano e meio sequestrada no Quénia

Uma voluntária italiana foi libertada 18 meses depois de ter sido sequestrada, no Quénia, em África, anunciou, este sábado, o primeiro-ministro italiano, Giusseppe Conte.

Silvia Costanza Romano foi raptada a 20 de novembro de 2018, numa casa arrendada em Chakama, na zona de Kilifi, no Quénia. Tinha, na altura, 23 anos.

Dirigia o grupo de ajuda humanitária African Milele Onlus, quando foi raptada no Quénia por homens armados e levada, posteriormente, para a Somália.

Leia mais em Jornal de Notícias.

Related posts
MundoPolítica

Europa está bem posicionada para ser um “verdadeiro parceiro” de África

Política

Mario Draghi renuncia ao cargo de primeiro-ministro em Itália

Política

Mario Draghi propõe novo pacto em Itália

Política

Começam negociações políticas na Itália sobre futuro do governo

Assine nossa Newsletter