Início Atualidade Garimpeiros começam a sair de Terra Indígena Yanomami após anúncio de operação

Garimpeiros começam a sair de Terra Indígena Yanomami após anúncio de operação

Um comboio com vários garimpeiros, incluindo mulheres e crianças, já começou a sair da área Yanomami, utilizando barcos e caminhadas a pé, que duram até 30 dias. A movimentação na Terra Indígena Yanomami foi monitorada pelo serviço de inteligência do Governo de Roraima. Por meio das fotos e vídeos, é possível observar várias pessoas saindo espontaneamente de áreas consideradas prioritárias no atendimento aos indígenas. Outra situação que chamou a atenção das autoridades estaduais é a quantidade de pessoas dentro de barcos e canoas, com lotação acima do nível de segurança.

Foi possível monitorar não apenas homens, mas também mulheres e crianças que resolveram evitar problemas com a justiça e saíram das áreas indígenas após a divulgação de uma operação integrada que deve ocorrer nos próximos dias.

O governador do Estado de Roraima, Antonio Denarium, confirmou ao Estadão que após ter acesso às informações entrou em contato com os ministros Rui Costa (Casa Civil) e José Múcio (Defesa), para relatar a situação aos ministros. Denarium afirmou ter proposto ao Governo Federal que auxiliasse no apoio a saída desses trabalhadores que se encontram em área de garimpo e que escolheram uma saída espontânea e pacífica.

“Falei no início da tarde deste sábado (4) com os ministros Rui Costa e José Múcio sobre o que conseguimos apurar acerca da situação do garimpo em tempo real e propusemos ao Governo Federal, que avalie uma forma de apoiar o Estado no recebimento e incentivo para esses trabalhadores (homens, mulheres e até crianças) que desejam sair de forma espontânea e pacífica, evitando qualquer tipo de confronto”, frisou o governador.”Sei da necessidade de uma avaliação junto aos Comitês e Grupos de Trabalho montados pelo Governo Federal, sob comando do presidente Lula. E estou bastante otimista que iremos encontrar uma saída para essa crise de uma forma que o Brasil e Roraima saiam fortalecidos”, destacou Denarium ao Estadão.

Leia mais em Istoé

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!